12 de Junho. Dia dos Namorados

All you need is love – ‘Tudo o que você precisa é amar!”

Na obscura Idade Média, um padre atreveu-se a desobedecer as ordens da Igreja. Segunda a lenda, São Valentim quebrou uma ordem da Igreja de que os combatentes solteiros eram mais eficientes, e assim não deviam casar-se. O, até então, Padre Valentim realizava casamentos entre casais apaixonados. Quando foi preso, o santo recebia flores e bilhetes com mensagens de força diante da sua situação. Ainda na prisão, Valentim apaixona-se pela filha cega do carcereiro, fazendo com que a bela amada voltasse a enxergar milagrosamente.  Com a morte de Valentim, ele ficou conhecido como o santo dos enamorados. Nos EUA e Inglaterra o Valentine’s Day tornou-se o dia da celebração dos apaixonados.
No Brasil, a data ganhou nova roupagem. Celebrado em 12 de junho, o Dia dos Namorados por aqui é a véspera do dia de Santo Antônio. Bastante popular em nosso país, o santo português é conhecido por ser o “santo casamenteiro”. E é bastante requisitado quando o assunto é encontrar um grande amor.
Amor é  feito joia rara. Como nos contam os versos de Vinicius de Morais; “a vida é a arte do encontro, embora haja tanto desencontro pela vida.” Quem ainda não encontrou segue a dança dos encontros e desencontros. Quem já encontrou tem motivos de sobra para comemorar este 12 de junho.
Um carinho. Um jantar especial. Um presente inesquecível. A celebração deste dia dos namorados –  dos amantes e apaixonados – pode parecer apenas mais um dia, mas é uma oportunidade de celebrar a união e marcar na sua história este momento a dois.
Neste Dia dos Namorados aproveite para celebrar a União!
Afinal, o Amor é um sentimento que nunca sai de moda. As formas podem ser diferentes. O correio elegante cedeu lugar aos sites de relacionamento, mas o anseio ainda é o mesmo: encontrar o par perfeito. Receber uma SMS inesperada no meio do expediente ainda pode ser tão excitante quanto receber aquela carta por meses esperada “Quando o carteiro chegou…” O e-mail, as salas de bate-papo, os cartões virtuais… as tecnologias no fim das contas criaram novas formas de interação com o outro – e com o ser amado. O sentimento ainda é o que nos movimenta. O desejo do encontro. A ansiedade durante a espera. As borboletas no estômago quando vê o ser amado. A confusão de sensações. O sorriso no rosto que só uma verdadeira paixão pode causar.
O Dia dos Namorados é  uma oportunidade de esquecermos o mundo e celebrar o que faz de nós eternos: o Amor! Mudam-se os tempos, as formas, as pessoas… mas John Lennon e Paul McCartney ainda tem razão: “All we need is Love!”
Feliz Dia dos Namorados!

Se você gostou deste post, escreva um comentário e/ou cadastre-se em nosso feed.

Comentários

Que rico. Me encantam os post do blog, são preciosos. Parabéns a Gênesis!

Escreva um Comentário

(obrigatório)

(obrigatório)


*